Buscar
  • Raquel Rocha

Cartas da vida | Carta 8


Como vai VOCÊ CASA DA VIDA? Sinto falta dos seus abraços. VOCÊ fará parte da história de minha vida para sempre. No momento em que me vi sozinha desamparada, sem teto sem apoio, me vi no fundo do poço. Acompanhei meu marido transferido de Macarani para o Hospital de Base em Vitória da Conquista, o quadro dele era gravíssimo, traumatismo craniano e coma. Ficou internado na UTI. Como na UTI só existia horário de visita eu tinha que voltar para casa, mas a distância me impedia. Até que um anjo, enviado por Deus me falou sobre VOCÊ, CASA DA VIDA. Quando cheguei fui tão bem recebida que eu mal podia acreditar, VOCÊ não só me hospedou, como me acolheu, matando minha fome com comidas saborosas merendas e frutas deliciosas, eu tive direito a banhos quentes acompanhados de sabonete, shampoo, toalha limpa e cheirosa. Tinha a minha disposição lençóis, cobertores e uma cama fofinha onde eu podia confortavelmente descansar, depois de um dia exaustivo. Tínhamos água e produtos de limpeza à vontade para lavar roupas, havia também muitos varais para secá-las. Eram os cultos (cirandas) realizados as sextas feiras, que renovava minhas forças para enfrentar as piores dores, naquela UTI VOCÊ CASA DA VIDA me disponibilizou até acompanhamento psicológico. Houve até quém cuidasse dos meus cabelos, foi um cafuné feito pelas meninas do salão de beleza. Tínhamos também momentos de descontração com as meninas das dinâmicas. Foi através de VOCÊ que fiz muitos amigos. Os mesmos fizeram um grupo denominado de CASA DA VIDA faço parte até hoje. Aprendi com VOCÊ o verdadeiro sentido de ser voluntário, aprendi também o valor da palavra solidariedade. VOCÊ está de parabéns pela equipe de voluntários que lhe compõem, todos muitos generosos, dedicados e de uma humildade ímpar. Embora a tristeza assolasse meus dias no hospital, quando eu voltava de cada visita havia sempre um voluntário para levantar meu astral com palavras carinhosas. Como a frase que ouvi um dia. "Tenha paciência, tudo na vida passa" VOCÊ CASA DA VIDA me hospedou por quase seis meses, isso mesmo 6 meses, entre UTI e enfermaria. Eu usufrui de todo o conforto que VOCÊ me propiciou. O acidente ocorreu no dia 30/03/2018. A alta do HGVC foi no dia 13/09/2018. Estou falando da minha convivência com VOCÊ mas lógico que durante esse período houve muitos hóspedes que eram tão bem tratados quanto a mim. Minha eterna gratidão a VOCÊ CASA DA VIDA,VOCÊ foi uma mãe para mim. Obrigada por tudo! Que Deus continue derramando bênçãos para que VOCÊ possa continuar CUIDANDO DOS QUE CUIDAM, minimizando um pouco a dor de cada um. PS: meu marido faleceu no hospital de minha cidade, Macarani no dia 04/01/2020 O estado dele era irreversível, ficou num estado vegetativo, dependente de traqueostomia, gastrostomia, por quase 2 anos. Obrigada a todos que direta ou indiretamente, esteve junto conosco nessa jornada. DEUS ABENÇOE A TODOS! Com carinho! NETE LIMA PINHEIRO

0 visualização

(77) 3424-2481

©2020 por Casa da Vida. Orgulhosamente criado com Wix.com